segunda-feira, 23 de maio de 2016



Minha História de Vida




História de: Maria Nilda Moura dos Santos
Autora: Maria Nilda Moura dos Santos
Publicado em: 23/05/2016



Maria Nilda Moura dos Santos, 63 anos de idade, filha de Rafael Joaquim dos Santos e Aurita Moura dos Santos, nascida em 1º de janeiro de 1951, na fazenda de nome Capivara em Macajuba distrito de Ruy Barbosa na Bahia. Meus pais eram lavradores, e aos dois anos de idade fui para a casa de minha tia e madrinha Josefa Moura de Oliveira para tirar a mama (costume da época). Fiquei morando com ela e meu padrinho Otaviano Tomé de Souza, na fazenda São Domingos no município de Ruy Barbosa Bahia.
  Tive uma infância boa e uma escolaridade muito conturbada, estudei o ABC e a cartilha do povo nesta fazenda com uma professora leiga de nome Zaurí, contratada pela minha madrinha, a mesma morava conosco. No ABC eu lia as letras, e com um determinado tempo a professora cortava com os dedos um pedaço de papel pardo arredondado, este era colocado em cima de cada letra para que eu as identificasse. Com todos os acertos seguia para o B A BA e as palavras. Aprendi a fazer o meu nome e estudei a cartilha do povo. O primeiro ano estudei em uma escola do mosteiro de nome Jequitibá, povoado de Mundo Novo Bahia. O segundo ano, em uma fazenda de nome Oriente, e o terceiro ano na fazenda Poço Longe e residia onde estudava.
  Aos nove anos de idade vim morar na cidade de Ruy Barbosa com os meus padrinhos e aos onze anos fui morar no distrito de nome Paraíso do mesmo município. Aos quinze anos fui rainha do carnaval do Paraíso e aos dezesseis deixei os meus padrinhos e passei a morar em Ruy Barbosa com a minha avó materna e tão logo vieram meus pais e meus seis irmãos. Logo arrumei um emprego de balconista na livraria Ruy Barbosa no Beco da Cantina. Aos dezoito anos fiz um curso por correspondência no Instituto Padre Réus, fiz as provas em Wagner e Itaberaba, cidades vizinhas, dessa forma concluir o primeiro grau e ingressei no colégio estadual Professor Magalhães Neto, no qual fiz o curso básico e tão logo o magistério. Formei-me professora e o meu primeiro emprego foi numa escola privada de nome Maria Monte Sore (Escola de Loreta).
     Em 1966 casei-me com Salvador Morbeck de Souza com quem tive dois filhos, Morbênia Moura Morbeck e Leonardo Moura Santos Mobeck, os quais me deram lindos netos. Foi um grande comerciante e que muito contribuiu para o progresso social e cultural dessa terra. Falecido em 1985, daí tive outro marido, o advogado Dr.Geraldo Mendes Teixeira também já falecido.
  No ano seguinte em 1986, fiz concurso público municipal, fui aprovada e admitida no ano seguinte. Aos 50 anos de idade, fiz o curso de pedagogia com Licenciatura plena pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Lecionei vinte anos no ensino fundamental I e II, fui diretora, vice-diretora e coordenadora de escola de pequeno e grande porte. Desde 2013 estou coordenando a Biblioteca Municipal Professora Cora Bastos Guedes aqui em Ruy Barbosa, onde moro a mais de quarenta anos.
  Sempre gostei de ler e pesquisar. Como coordenadora da Biblioteca achei que deveria fazer algo bom que elevasse o nome da nossa cidade ao mundo. Dessa forma implantei com autorização do atual Prefeito o Senhor José Bonifácio Marques Dourado o Museu da Pessoa que é virtual mas também edita seus textos em livros com autorização dos autores. É um espaço cultural abrangente para galeria de artes, apresentação teatral e concertos musicais.

  

8 comentários:

  1. Parabéns pela iniciativa! Belo trabalho!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário vindo de você, nos deixa muito feliz.

    ResponderExcluir
  3. È muito bom ter o reconhecimento de um trabalho feito com amor e carinho, para enriquecer a cultura da sociedade de modo em geral.
    Obrigada colega!

    ResponderExcluir
  4. Essa pessoa contribui para o enriquecimento cultural do nosso povo. Tiro o chapél pra ela 👒.

    ResponderExcluir