segunda-feira, 20 de junho de 2016

Segundo Bispo da Diocese de Ruy Barbosa



História de:  Dom José Adelino Dantas
Autora:  Acervo da Biblioteca Municipal Prof.
ª Cora Bastos Guedes
Publicado em: 20/06/2016

    
   Nasceu em 17 de março de 1910 em São Vicente, Diocese de Caicó, Rio grande do Norte.
  Às 17 horas do dia 12 de maio é recebido nesta sede Episcopal o seu segundo Bispo, Dom José Adelino Dantas, acompanhado de dois sacerdotes da Diocese de Garanhuns em um coreto especial, é saudado pelo presidente da época, Senhor Humberto Rocha Alencar. Após os agradecimentos a multidão o acompanhou até a residência Episcopal onde sua Excelência descansa para aguardar a posse no dia seguinte.
   Ás dez horas do dia 13 de maio de 1967 o clero com o povo forma um solene cortejo da sua residência para a Catedral. À porta o vigário capitular João Diniz, recebe o povo e o Bispo seguindo-se de imediato as solenidades de posse, as quais estavam presentes as autoridades desta cidade, todos os vigários desta Diocese, o Senhor Administrador Apostólico da Diocese Dom Eugênio Sales, um representante do Senhor Governador do Estado, representantes do Bispado de Feira, o Abadi de Jequitibá, parte do Clero Regular e uma grande multidão.
   O movimento do concílio de Cristandade foi iniciado nesta Diocese no governo do segundo Bispo, tendo como diretor: Pe. Ernesto Battazi, diretor espiritual, Pe. José Henenberg, secretário, Roman Mota, auxiliar, Antenor Alves e outros.
    Para a nossa igreja foi uma época que marcou muito, visto que aumentou a participação masculina nas liturgias.
   Dom José Adelino Dantas, sentindo-se cansado voltou para Garanhuns, onde veio a falecer no dia 24 de março de 1983.


Nenhum comentário:

Postar um comentário